gototop
PROCON
FacebookTwitter
Vlibras Aumentar Contraste Cores Originais

Orientação de Defesa

Orientações para Defesa do Auto de Constatação

  1. Dentro do prazo improrrogável de 10 (dez) dias, deverá ser apresentada defesa escrita que comprove a regularização dos itens apontados no Auto de Constatação. Para tal, os seguintes procedimentos deverão ser adotados:
  2. Tirar fotos dos itens regularizados na loja e imprimir ou revelar. As fotos devem ser impressas em folha tamanho A4 e devem estar visíveis e legíveis. As fotos reveladas devem ser coladas em folha A4, uma por folha;
  3. Ressalta-se que para aqueles itens que exijam a afixação de avisos, tabelas de preço e tabelas de tributação, as fotos devem comprovar que eles estão afixados em local visível. Por exemplo: Ao afixar o aviso “não aceitamos cheque” em paredes ou balcão, deve-se tirar a foto do informativo já exposto. O mesmo se dá no caso do Código de Defesa do Consumidor, o qual deverá ser colocado em local acessível e visível ao consumidor (balcão, caixa etc), e, só então, deverá ser tirada a foto mostrando a regularização; o código pode ser impresso na internet, comprado em livrarias ou em bancas de jornais;
  4. Quanto à precificação, o preço deverá ser afixado nos produtos respeitando a exigência legal, e, só então, dever-se-á tirar fotos, principalmente, dos produtos citados pelo fiscal no campo observações; os preços deverão estar visíveis na foto; tabelas de preços de serviços deverão ser afixadas no estabelecimento, conforme mencionado anteriormente.
  5. Em relação ao Cupom Fiscal e à Nota Fiscal, a comprovação de sua regularização deverá ser feita por meio de cópia em folha A4 anexada à defesa. O cupom não será aceito como defesa, pois ele é impresso em papel termosensível, o que faz com que as informações nele registradas desapareçam em um certo espaço de tempo.
  6. Em posse das fotos (impressas ou reveladas), cópias e demais documentos que comprovem a regularização das infrações, estes deverão ser anexados à cópia da via do Auto de Constatação, a qual servirá como capa da defesa.
  7. Caso o fornecedor não queira usar o Auto de Constatação como capa da defesa, deverá informar os seguintes dados da empresa na defesa: Razão Social, número do CNPJ, Nome Fantasia e número do Auto de Constatação.
  8. No ato de entrega da defesa no protocolo do Procon-DF, o fornecedor deve solicitar o carimbo de recebido em uma cópia da defesa e guardá-la, a fim de se resguardar.
  9. Placas, cartazes, cardápios, fotos avulsas, arquivos digitais não serão aceitos como defesa;
  10. Qualquer pessoa pode entregar a defesa no Procon-DF; não precisa ser o proprietário do estabelecimento;
  11. Se a defesa não for entregue dentro do prazo estabelecido ou caso ela não comprove a regularização das infrações apontadas no Auto de Constatação, poderá ser lavrado, internamente, Auto de Infração.
  12. Tentativas de fraude ou montagem poderão resultar em lavratura de Auto de Infração;
  13. Defesas de Auto de Constatação não serão aceitas por e-mail;
  14. A contratação de advogado é opcional; o próprio fornecedor pode elaborar a defesa;
VOCÊ EST? AQUI: Início Fiscalização Orientação de Defesa